Sexta-feira, 8 de Junho de 2007

Espíritos em Tempestade...

   
O Mar, as estrelas e o luar
são bons para navegar,
quando o Mar está calmo,
as estrelas brilham,
e a Lua está em seu explendor,
desenhando estradas de Amor.
  
Agora quando o Mar ruge,
as estrelas nem se adivinham,
e a Lua nao se avista,
aí não ha Amor que resista.
  
Passa a ser um UNIVERSO
de desilusões, de contradições,
dentro do navio que somos,
em que o ferro range,
e nas profundas do batel
se soltam gritos de Dor.
  
Talvez, no raiar da alvorada,
quando A INTEMPÉRIE se acalmar,
o vento deixar de rugir,
e, o Mar deixar de gritar,
aí, sim, aí talvez haja
novamente condições para AMAR.
MMR
sinto-me: Triste
publicado por estreladosul às 16:15
link do post | Comente+que eu gosto | favorito
2 comentários:
De Sorrisoduplo a 11 de Junho de 2007 às 14:19
Espero que o mar deixe rapidamente de gritar para que novamente possas amar.
De estreladosul a 11 de Junho de 2007 às 16:28
Obrigado, Amiga pelas tuas palavras reconfortantes. Agora está nas mãos do tempo.

Beijinho

Mário Rodrigues

Comentar post

Conheça-me

Novembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Diálogos com a Senhora da...

Diálogo com a Senhora da ...

Voando

Florescer

Manhã

Acreditar?

Momento

Caminhos da Vida...

Plantas

Diálogo com a Senhora da ...

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds