Sábado, 21 de Fevereiro de 2009

Diálogo com a Senhora da foice...

 

Um destes dias, estava eu sentado no meu sofá, quando de repente me apercebi de uma sombra ao meu lado.

Virei-me de repente e dou um salto do sofá.

- Eh pá, vais para o Carnaval ou para a ceifa?

- Não te faças de engraçado comigo! respondeu-me a figura, com uma voz cava e pausada.

- Tá bem, (respondi eu), já percebi com quem estou falando!

- mas afinal que vens fazer aqui?  acho que ainda não chegou a minha hora.

- Isso quem decide não és tu! (disse ela)

- Então vens a mando de qual dos HOMENS lá de cima!

 do que veste de branco, ou do que tem cornos?

- Lá em cima, não há dois patrões, só ha um! (continuou ela...)

 (com aquela voz cava e pausada - parece um advogado no tribunal).

- Então e para onde me vais levar? (perguntei eu).

- Vais para o Inferno, que cá embaixo ja aprontaste o suficiente!

Ah! Para onde vai 80% da população mundial?

- Tambem não exageres! Não são assim tantos!

- Há pois não! Cá embaixo anda meio mundo a enganar o outro meio,

  somando os que andam a praticar...

- Bem, bem, bem! Já chega de conversa! Prepara-te para a viagem!

- Ainda não comi nada. Não posso petiscar qualquer coisinha antes de embarcar?

- Estás a armar comigo?

- Eu não! (respondi eu, cheio de vontade de me rir daquela voz. É mesmo engraçada.)

- Já agora só mais uma pergunta... ( disse eu, adiando o inevitável).

- Como é que vai ser? Essa foice corta na gente?

- Não! Esta foice é uma ferramenta altamente avançada.

  arranca-te o espírito do corpo, sem sentires nada.

- Então e depois?

- Depois, levo-te para cima!

- Aquilo lá em cima deve ser enorme?! O Universo é infinito.

- Aí é que tu te enganas! Aquilo até que é pequeno...

  os espíritos são translúcidos, e passam um pelos outros.

- Gaita ( disse eu ) então cá embaixo já só precisam de papel para me roubarem,

 lá em cima metem-me as mãos nos bolsos, sem me aperceber!

- Está bem! Chega de conversa! Agora é que é!!

- Ehhhh, pára lá aí. Como tens a certeza que sou eu? Tem mais 16 com o meu nome.  Puxa lá da lista e verifica bem se sou eu, ou não.

E Ela assim fez, Puxou do IPOD, e começou a ler:

- O "meu nome" morador na Rua do Lá vai um....

- Lá vai um, uma gaita, senão me ponho a pau, quem ia era eu... (disse eu, todo satisfeito

  como um gato que tivesse apanhado um peixe)...

- Pois é, tens razão! Realmente aqui há um pequeno engano...

- Pois... ( um engano com 1,74mt, pensei eu). Vaí  passear  a foice para outro lado,  e deixa-me continuar aqui muito sossegadinho... (disse eu, enquanto mandava o rabo do olho para a televisão)...

Quando tornei a olhar, estava outra vez sózinho.

A macaca tinha ido trabalhar para outro lado.

Coitado do Próximo ( pensei eu).

 

MMR

 

publicado por estreladosul às 02:23
link do post | Comente+que eu gosto | favorito
40 comentários:
De Just Moments a 27 de Fevereiro de 2009 às 12:05
Olá!!

Passei por cá para te desejar um bom fim de semana..e adorei o texto!!
já dizia charles chaplin..Eu sei que vou ter de morrer,, só não quero lá estar!!eheh

Beijinhos
De estreladosul a 27 de Fevereiro de 2009 às 14:21


Pois, mas todos temos que lá estar.
Foi um divertimento.eh eh eh

Um lindo fim de semana

Bjinho amigo

Mario Rodrigues

Comentar post

Conheça-me

Novembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Diálogos com a Senhora da...

Diálogo com a Senhora da ...

Voando

Florescer

Manhã

Acreditar?

Momento

Caminhos da Vida...

Plantas

Diálogo com a Senhora da ...

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds