Sábado, 21 de Fevereiro de 2009

Diálogo com a Senhora da foice...

 

Um destes dias, estava eu sentado no meu sofá, quando de repente me apercebi de uma sombra ao meu lado.

Virei-me de repente e dou um salto do sofá.

- Eh pá, vais para o Carnaval ou para a ceifa?

- Não te faças de engraçado comigo! respondeu-me a figura, com uma voz cava e pausada.

- Tá bem, (respondi eu), já percebi com quem estou falando!

- mas afinal que vens fazer aqui?  acho que ainda não chegou a minha hora.

- Isso quem decide não és tu! (disse ela)

- Então vens a mando de qual dos HOMENS lá de cima!

 do que veste de branco, ou do que tem cornos?

- Lá em cima, não há dois patrões, só ha um! (continuou ela...)

 (com aquela voz cava e pausada - parece um advogado no tribunal).

- Então e para onde me vais levar? (perguntei eu).

- Vais para o Inferno, que cá embaixo ja aprontaste o suficiente!

Ah! Para onde vai 80% da população mundial?

- Tambem não exageres! Não são assim tantos!

- Há pois não! Cá embaixo anda meio mundo a enganar o outro meio,

  somando os que andam a praticar...

- Bem, bem, bem! Já chega de conversa! Prepara-te para a viagem!

- Ainda não comi nada. Não posso petiscar qualquer coisinha antes de embarcar?

- Estás a armar comigo?

- Eu não! (respondi eu, cheio de vontade de me rir daquela voz. É mesmo engraçada.)

- Já agora só mais uma pergunta... ( disse eu, adiando o inevitável).

- Como é que vai ser? Essa foice corta na gente?

- Não! Esta foice é uma ferramenta altamente avançada.

  arranca-te o espírito do corpo, sem sentires nada.

- Então e depois?

- Depois, levo-te para cima!

- Aquilo lá em cima deve ser enorme?! O Universo é infinito.

- Aí é que tu te enganas! Aquilo até que é pequeno...

  os espíritos são translúcidos, e passam um pelos outros.

- Gaita ( disse eu ) então cá embaixo já só precisam de papel para me roubarem,

 lá em cima metem-me as mãos nos bolsos, sem me aperceber!

- Está bem! Chega de conversa! Agora é que é!!

- Ehhhh, pára lá aí. Como tens a certeza que sou eu? Tem mais 16 com o meu nome.  Puxa lá da lista e verifica bem se sou eu, ou não.

E Ela assim fez, Puxou do IPOD, e começou a ler:

- O "meu nome" morador na Rua do Lá vai um....

- Lá vai um, uma gaita, senão me ponho a pau, quem ia era eu... (disse eu, todo satisfeito

  como um gato que tivesse apanhado um peixe)...

- Pois é, tens razão! Realmente aqui há um pequeno engano...

- Pois... ( um engano com 1,74mt, pensei eu). Vaí  passear  a foice para outro lado,  e deixa-me continuar aqui muito sossegadinho... (disse eu, enquanto mandava o rabo do olho para a televisão)...

Quando tornei a olhar, estava outra vez sózinho.

A macaca tinha ido trabalhar para outro lado.

Coitado do Próximo ( pensei eu).

 

MMR

 

publicado por estreladosul às 02:23
link do post | Comente+que eu gosto | favorito
40 comentários:
De Sindarin a 25 de Fevereiro de 2009 às 11:39
Olá meu amigo! espectacular o seu post. Enquanto ela se vai embora estamos safos...até um dia não é? K seja longínquo o mais possível. Obrigado p+elo carinho. Um beijinho cheio de amizade.
De estreladosul a 25 de Fevereiro de 2009 às 13:18
Ola amiguinha.
Sim, é verdade. Um pouco humoristicamente falando, tentei representar os sustos que por vezes apanhamos. Uns ganham juizo, outros nao. Eu tive sorte, ganhei juizo.
Volta sempre.

Um linda semana

Bjinho amigo

Mario Rodrigues

Comentar post

Conheça-me

Novembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Diálogos com a Senhora da...

Diálogo com a Senhora da ...

Voando

Florescer

Manhã

Acreditar?

Momento

Caminhos da Vida...

Plantas

Diálogo com a Senhora da ...

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds