Quarta-feira, 5 de Março de 2008

Navegando...

     
  
  
  
Deixa que as minhas doces palavras,
naveguem pelo teu corpo níveo...
Para que cada uma,
descubra os segredos do teu Ser,
Em prosas e versos...
Cartearei as ilhas do teu corpo...
navegando em sonhos lindos...
desejos...
loucuras...
com o toque das letras,
te tocarei em...
cada ponta...
cada cabo ou...
enseada...
que mapa algum apresentará...
derrubando linhas e fronteiras,
com rotas de luxúria e prazer,
E, quando o último traço percorrer...
afundar-me-ei no teu corpo...
gravando todos os fundos...
para todo o sempre no meu coração...
e não haverá então...
distancia entre o meu...o teu...
o nosso...NAVEGAR...
  
MMR
sinto-me: Feliz
música: Foi Feitiço
publicado por estreladosul às 01:25
link do post | Comente+que eu gosto | favorito
46 comentários:
De estreladosul a 5 de Março de 2008 às 10:14



Caro amigo, fiquei profundamente satisfeito com a sua visita e os seus conselhos. Poderia escrever a maravilhosos jardins etc etc, mas como não aprecio, limito-me a escrever sobre o que gosto e sinto.
Ao mesmo tempo, fiquei profundamente desagradado também, por verificar que o meu amigo, pôs um assento, na forma hifenizada e reflexa "tocár-te-ei". A forma verbal, no português actual, não é possuidora de acento, por não ter deixado de ser aguda. Quanto à busca incessante desse tal "eco", ainda não foi finalizada, porque todos os ecos que me chegaram, até esta altura da minha vida, não passarem de uma cacofonia de sons, e não aquilo que eu grito.
Volte sempre a este humilde cantinho. Gostarei de tê-lo cá mais vezes.

Tenha uma linda semana

Abraço amigo

Mário Rodrigues
De yodleri a 5 de Março de 2008 às 14:13
Viva, amigo Mário.
O acento em "tocár-te-ei" é consciente; visto ser defensor da língua portuguesa e nunca ter acedido a compromissos linguísticos nenhuns que me ponham a falar crioulo ou outro qualquer idioma que do português tenha resultado, continuarei de facto a escrever como aprendi.
E eu irei passando, talvez... como o acaso é quem me guia, nunca sei qual a estrada que vou seguir, mas há sempre um rever de coisas...
E escreva, escreva sempre que tenha vontade! ;-)
Cumprimentos.
De estreladosul a 5 de Março de 2008 às 15:16



Amigo yodleri, também jáa tenho uns aninhos de vida, e sinceramente nunca vi essa forma verbal com acento. E para tirar as dúvidas, fui consultar diversos documentos. Por isso lhe posso afirmar que não existe acento nessa situação. Por a palavra ser hifenizada, não deixa de ser um palavra com a silaba tonica "ar" portanto aguda.
E sim. Vou continuar a escrever. Com uma ligeira modificação, de como dizia a nossa saudosa fadista " até que os dedos me doam"

Uma optima semana

Abraço amigo

Mário Rodrigues
De yodleri a 5 de Março de 2008 às 18:22
Tem razão. Eu confundi a forma com a que é procedida com o artigo definido, Peço por isso desculpa.
Ainda bem que insistiu! Obrigado!
De estreladosul a 5 de Março de 2008 às 19:20



Ok, caro amigo. É para isso que cá estamos.

Um optima semana

Abraço

Mario Rodrigues

Comentar post

Conheça-me

Novembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Diálogos com a Senhora da...

Diálogo com a Senhora da ...

Voando

Florescer

Manhã

Acreditar?

Momento

Caminhos da Vida...

Plantas

Diálogo com a Senhora da ...

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds