Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2008

Nasci para ti...

 

 

 

Em teu corpo, meu olhar desceu,
minha voz, cantar de passarinho...
água em minha boca cresceu...
beijando tua boca... com carinho...
   
Bêbado com o amor do teu beijo,
da melhor casta, em copo de cristal...
meu coração bateu de desejo,
ansiando por vero amor real...
  
Meus olhos de verde são vidrados...
teus olhos a castanho são lacados...
te encontrei em passeios caminhados...
te prendi em meus braços mui amados...
  
És para sempre todo o meu desejo...
e sim... agora que te não vejo...
sei que não te esqueci... nem perdi,
simplesmente... foi para ti que eu nasci!
  
MMR
Dedicado ao meu amor que se encontra  longe,
para lá da linha do horizonte.
sinto-me: Feliz
tags:
publicado por estreladosul às 22:55
link do post | Comente+que eu gosto | favorito
76 comentários:
De Subjectividades a 24 de Janeiro de 2008 às 09:29
Linha do horizonte onde a Terra e o céu são um só.....
Lindo poema este!
De estreladosul a 24 de Janeiro de 2008 às 22:42


Para lá, onde o Sol se põe,
para lá, para onde a Lua nasce,

Obrigado pelo apreço, cara amiga. Volta sempre.

Um lindo resto de semana

Bjinho amigo

Mario Rodrigues

Comentar post

Conheça-me

Novembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Diálogos com a Senhora da...

Diálogo com a Senhora da ...

Voando

Florescer

Manhã

Acreditar?

Momento

Caminhos da Vida...

Plantas

Diálogo com a Senhora da ...

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds