Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2008

Triste...

   
  
  
Triste de quem não amar,
Contente com sua mesquinhez,
Sem um amor, para acalentar...
Nunca sairá de sua pequenez!
  
Triste de quem não acalenta,
Que o tempo passa... passa...
Vive... com o que o atormenta,
Mas a ninguem se abraça
.
  
Triste de quem muito deseja...
Reze...faça uma prece...
Olhe... sem que veja...
Mas nunca ame...quem não merece!
  
MMR
sinto-me: Feliz
publicado por estreladosul às 02:40
link do post | Comente+que eu gosto | favorito
41 comentários:
De asincertezasdeumaamante a 11 de Janeiro de 2008 às 08:57
Olá amigo Mário. Adorei o teu poema, e se me permites, dedico-o na integra ao homem que amei no passado!


Desejo-te um excelente fim de semana.

Um beijinho amigo.
De estreladosul a 11 de Janeiro de 2008 às 19:33


Olá amiga. Estás a vontade. para o dedicares a quem tu muito bem entenderes. Isto fala mesmo do passado.

Um lindo fim de semana

Bjinho amigo

Mario Rodrigues

Comentar post

Conheça-me

Novembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Diálogos com a Senhora da...

Diálogo com a Senhora da ...

Voando

Florescer

Manhã

Acreditar?

Momento

Caminhos da Vida...

Plantas

Diálogo com a Senhora da ...

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds