Domingo, 14 de Outubro de 2007

Puro Ódio...

  
  
 

ACABOU!!!!...

CONSEGUISTE!!!!!!!!

Fizeste os possíveis e os impossíveis...

e fechaste com chave de ouro...

ao esfregares na minha cara esse teu amigo que levaste contigo...

sabendo tu perfeitamente o quanto fomos felizes, exactamente nessa...

PRAIA!!!

E, depois, ainda te passeaste na minha frente

com olhos de cãozinho sem dono.

Se calhar, tinhas esperanças de ainda salvar a tarde, NÃO?

CÍNICA! HIPÓCRITA!

  

Bem podes subir a um cerro, e encomendares-te ao teu PAI DO CÉU.

Mas tenho cá um "feeling", que nem a SANTÍSSIMA TRINDADE

te consegue salvar de ir parar aos QUINTOS DOS INFERNOS,

brincar aos romances com o Chifrudo.

Com a tua esperteza, não me admirava nada, que até a ele conseguisses...

enganar.

  

TU, qual Judas Iscariotes, Sacerdotes do templo,

(que entregaram JESUS CRISTO aos Romanos),

ou mesmo Longuinus (soldado romano que LHE espetou a lança no peito)...

traíste-me, espetaste-me uma faca no coração.

Bem que podias continuar a encarnar o papel de Judas e fazeres o mesmo que ele fez.

Pelo menos a Humanidade ficava mais rica...

  

Conseguiste mandar-me para lá dessa linha tão ténue_cerrada, que...

separa o AMOR do ÓDIO...

Fizeste-me compreender certas incongruências, que eu nem conseguia imaginar serem possíveis.

  

Conseguiste que, pela primeira vez, odiasse cegamente, alguém existente neste lindo Planeta Azul...

  

Agora deste lado...

neste mundo sem cor, de

ÓDIO, grande, enorme como um Oceano...

onde tudo é cinzento, sem...

o azul do céu...

o verde do Mar...

o vermelho do sol-posto...

o branco do Luar...

e toda a panóplia de cores que nos alegram a vista num...

lindo campo de flores...

com a raiva que sinto por ti...

Estou pronto para te dizer que sinto...

Um ÓDIO que me faz ficar farto sem nada comer...

que me mata a sede sem nada beber...

que me assola todo o espírito...

que me envolve como a água do

Mar...quando nela...

mergulho...

que me sai pelos poros...

e me escorre pelo corpo como óleo fervente...

roendo-me a pele e comendo-me a carne...

que me corre pelas artérias, pelas veias como...

lava derretida...

que me enche os pulmões...

fazendo-me respirar fogo...

que me aquece o coração...

e me enche o cérebro de uma alegria desmedida, uma felicidade tremenda...

por finalmente compreender, que estou pronto para te dizer:

  

   ODEIO-TE!

COM TODAS AS FORÇAS DO MEU UNIVERSO
VERSÃO FEMININA DE JUDAS
ODEIO-TE
  
MMR
sinto-me: Tremendamente Feliz
tags:
publicado por estreladosul às 10:35
link do post | Comente+que eu gosto | favorito
18 comentários:
De justme_nina a 14 de Outubro de 2007 às 16:45
olá!

Já tinh passado pelo teu blog, mas não sei muito bem como comentar o que escreves aqui, aliás suponho que seja algo em que tens de ser tu a lutar para esquecer!

Diexa lá o ódio! Segue apenas ... em frente!
De estreladosul a 14 de Outubro de 2007 às 19:34


Amiga,ok, pelo comentário e pela forçinha. Aki nao se trata de eskecer, mas sim de ferir o mais possivel, para ela não tentar voltar sequer. É que ela é exímia em arranjar as discussões para espezinhar a relação e depois tem sempre desculpa para voltar. Agora acho, que nem mesmo ela vai conseguir arranjar maneira de reatar. Penso que deve ter suficiente vergonha na cara para não o fazer.

Bjinho amigo

Mario Rodrigues
De justme_nina a 15 de Outubro de 2007 às 09:31
Pois, então se calhar é melhor esqueceres e partir para outra! Suponho que não vale a pena viver assim, na inconsistência!

Kiss’s
De estreladosul a 16 de Outubro de 2007 às 19:42



Já parti, cara amiga, já parti...

Uma semana feliz

bjinho amigo

Mario Rodrigues
De dolce_vita a 14 de Outubro de 2007 às 20:31
Boa noite
Acabo de ler,o que de pior uma pessoa pode sentir.Òdio.Caro amigo nada que lhe possa dizer vai de momento,acalmar tanta revolta,desilusão.É uma situação muito pessoal,com outras pessoas envolvidas,daí que opinar sobre o assunto não seja minha intenção,apenas desejar que tudo se resolva e que esse ódio que diz sentir,se evapore rapidamente.
FOEÇA!
um abraço
De estreladosul a 15 de Outubro de 2007 às 01:54


Amiga, muito obrigado pela discrição e pela solidariedade. Mas tudo está resolvido já há muito, muito tempo. Eu simplesmente deixava correr o marfim porque tambem me agradava a situação. Tudo o que leste não passou de um ENORME FOGO DE VISTA. Não me sinto minimamente afectado pelo que aconteceu. Simplesmente esta escrita apareceu porque eu conheço demasiadamente bem a pessoa, e sei que esta prosa, por várias razões é muito humilhante para ELA. Toca em todas as partes que ELA adora. E este ÓDIO não se vai extinguir porque simplesmente não existe. Por isso fica descansada que estou feliz e contente com a minha situação actual.

Uma semana feliz

Bjinho amigo

Mario Rodrigues
De carla granja a 14 de Outubro de 2007 às 23:53
eu sei k conselhos não se dá mas o melhor k se faz numa situação dessas é ignorar é o despreso e nunca o k tás a fazer, tás a te humilhar para quê? podes apagar o meu comentario se kiseres,mas não te humilhes e não ames a kem não te ama, a vida é para ser vivida e não com esse odiotodo k tens dentro do teu coração. a mim já me magoaram e muito ,mas humilhar-me ? isso é palavra k não existe no meu dicionário. já viste o k é ela estar a ler o k sentes? secalhar ainda se ri, não era melhor era ler k estás bem da vida ,k estas vivo e feliz . se eu tivesse no lugar dela ao ler isso ficava toda feliz e ainda dizia é mesmo doido sabe k já não o amo e ainda não me esqueceu. luta por uma vida boa,uma vida real e sê feliz. nao kero k te zangues comigo,mas é o k eu sinto. nao dou o prazer a ninguem de me ver triste e infeliz.
bjo
carla granja
De estreladosul a 15 de Outubro de 2007 às 02:11


Cara amiga, se leres a minha resposta à amiga dolce_vita, parte do k me dizes, já está respondido.
Desprezo, nunca, só porque ELA tem um VONTADE INSANA de dizer sempre a última palavra, e eu isso não lhe admito. E a prosa só aparece porque eu sei com uma certeza cega, que ELA fica sèriamente afectada com situações destas. Ao conduzir todas as situações de modo a ficar sempre como vítima, ler akilo, fá-la ficar com uma raiva tremenda, por eu lhe apontar todas as loucuras que faz e fez, respondendo ELA sempre com frases feitas, clichés e chavões que a maior parte das vezes não teem nada a ver com os assuntos em questão. E quanto a ficar chateado, nem pouco mais ou menos. Sei reconhecer as boas intenções dos meus amigos. Se alguém aki tem que pedir desculpas aos meus amigos leitores e tantas vezes conselheiros, serei eu, porque já há cerca de quatro meses que tudo o que eu escrevo, não corresponde minimamente ao que me vai no coração.
Se ELA é hábil em inventar desculpas, eu a inventar e a passar para o papel, SOU UMA MÁQUINA. Escrevi sempre, sempre o que ELA desejava ler no momento preciso.
E desculpa mais uma vez se a explicação vai tão longa, mas tem uma razão. É que eu também tenho a mesma certeza cega, que isto vai ser lido pela pessoa em questão, e o que vai acontecer? Vai dar saltos na cadeira, e não vão ser saltos de alegria, porque vai constatar que afinal a grande enganada foi ELA!

Uma semana muito feliz

Bjinho amigo

Mario Rodrigues
De Secreta a 15 de Outubro de 2007 às 11:33
"Odeio-te" é uma palavra tão forte. Tb eu já proferi essa palavra , com toda a raiva que possas imaginar , mas , apesar disso , continuo a amar perdidamente ...
De estreladosul a 16 de Outubro de 2007 às 04:20


Sabes, amiga? conforme já disse, é mais uma prosa.
Concerteza que não o sinto. Porque não sou homem de grandes ódios e paixões. Sou mais do género, Vuve devagar, ama devagar, muito mas muito lentamente, calmamente para poder apreciar todos os belos momentos que podemos obter. Foi mais um descarregar de emoções, já há muito acumuladas. Acho que até tinha vergonha de mim próprio se sentisse o que escrevi.

Uma semana muito feliz

Bjinho amigo

Mario Rodrigues
De nuncaesquecerei a 15 de Outubro de 2007 às 16:32
A indiferença pode ser muito mais marcante do que o ódio ou o desprezo. Revela total ausência de sentimentos e nada mais pode ferir do que isso. No teu caso ainda bem que é isso que pareces sentir, estarás assim em paz contigo próprio.
" O importante não é o que fizeram de nós, mas o que fazemos do que fizeram de nós."
Vergílio Ferreira
De estreladosul a 16 de Outubro de 2007 às 04:23


Amiga, indiferença nunca conseguirei sentir, porque...
quanto à ausencia de sentimentos, isso sim, sinto, porque ando dormente, abstracto, completamente na Lua. Mas isto vai passar. Penso eu!

Uma semana feliz

Bjinho amigo

Mario Rodrigues
De flor_incognita a 16 de Outubro de 2007 às 18:32
Então amigo Mário, que se passa?Ventos fortes por esse lado...!
Ás vezes as palavras não passam de desabafos do momento, mas tal como me disse uma vez , uma vez ditas não se pode voltar atrás...eu sei e compreendo o quanto alguém pode ferir outra pessoa, mas será isso o que realmente pretende???
Espero sinceramente, que possa superar tudo isto e possa também voltar a navegar por águas calmas!
beijo
De estreladosul a 16 de Outubro de 2007 às 19:40

Cara amiga, adivinhaste. É realmente ferir que pretendo e quanto mais fundo melhor. A intenção é mesmo essa. E conhecendo a pessoa como eu conheço, tenho a certeza que alcancei o meu propósito. As pessoas teem que se convencer que não podem passar pela vida, incólumes, espezinhando os sentimentos alheios, sem o minimo respeito pelo próximo. Poderá correr muita água debaixo dakela ponte, mas eu sei que fui o icebergue na rota dakele titanic.

Uma semana feliz

Bjinho amigo

Mario Rodrigues
De sopro-do-coracao a 18 de Outubro de 2007 às 13:58
O que dizer de todo este texto? De toda esta situação?

Será que é mesmo verdade tudo o que escreves? Não acredito!

Tanto ódio assim faz mal. Ao corpo e à mente. Deixa-te disso!!!


Beijinhos
De estreladosul a 18 de Outubro de 2007 às 14:04

Olá, cara amiga. Parte é, parte não é. Tem um bom bocado de fogo de vista. Mas ELA sente-se mal com situações destas. Fere-lhe o ego.
Muito feliz com a tua visita. Ja tinha sentido a tua falta.
Mas tambem como sabia as razões, percebi perfeitamente.

Um resto de semana feliz, ou o maximo que conseguires.

Bjinho amigo

Mario Rodrigues
De sextrip a 19 de Outubro de 2007 às 13:15
ódio... é algo que se exala (e deve-se!) mas que se tem de ter o cuidado em não voltar a inalar.

um abraço forte
De estreladosul a 21 de Outubro de 2007 às 02:35



Obrigado pelo conselho meu amigo. Mas tenho uns filtros especiais, que evitam esses maus fumos de infectar o meu corpo. Chamam-se "ignorar" "passar de largo" e outros muito mais eficazes que nem vale a pena mencioná-los aki.

Bom Domingo

Cumprimentos

Mario Rodrigues

Comentar post

Conheça-me

Novembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Diálogos com a Senhora da...

Diálogo com a Senhora da ...

Voando

Florescer

Manhã

Acreditar?

Momento

Caminhos da Vida...

Plantas

Diálogo com a Senhora da ...

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds