Sábado, 22 de Setembro de 2007

Rebentos

  
Assim como uma árvore,
No seu próprio ambiente.
Uma amor ganha alento
No âmago de um ente.
  
O Amor é a própria concepção
De respeito pela natureza.
O homem com sua disposição
A mulher com sua certeza.
  
Donos e senhores de seu amar...
Tornam-se o encantar e desejar...
Duma forma de vida...
Que quer lutar para criar.
  
Esta pequena tentativa de poema vai directamente
dedicado aos meus três filhos com todo o meu amor de Pai.
  
MMR
sinto-me: Feliz
publicado por estreladosul às 00:49
link do post | Comente+que eu gosto | favorito
4 comentários:
De cintia a 22 de Setembro de 2007 às 13:14
Amigo, venho desejar um óptimo fim de semana.

"Se eu pudesse...
eu viajaria o mundo,
entregando a minha mercadoria.
Uma mochila de BEIJOS,
um caçuá de ABRAÇOS,
milhões de cestos de PAZ
e uma travessa de AMOR.
Finalmente encantaria
o ambiente com risos,
pra cada riso,
daria uma flor.
Quando o outro dia chegasse,
partiria feliz.
Deixaria na cidade,
a doce felicidade. "
(Tereza Neumann)

Beijinhos cintilantes

cintia
De estreladosul a 22 de Setembro de 2007 às 14:19

Obrigado minha amiga. Faço minhas as tuas palavras.
O poema é lindo.

Beijinho amigo

Mário Rodrigues

Comentar post

Conheça-me

Novembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Diálogos com a Senhora da...

Diálogo com a Senhora da ...

Voando

Florescer

Manhã

Acreditar?

Momento

Caminhos da Vida...

Plantas

Diálogo com a Senhora da ...

arquivos

tags

todas as tags

subscrever feeds