Terça-feira, 29 de Maio de 2007

Amava-te quando...

    
Amava-te quando a alegria transbordava
desses lindos olhos que eu aprendi a querer.
E amava-te mais ainda quando
a tristeza assomava aos teus lábios...
  
Fugimos da vida...a desejar tanto obter...
Mas o tempo passou,
e enquanto o nosso amor durou,
só soubemos sofrer.
 
Agora que o silêncio é um céu sem sonho,
E que nele vou voar sem rumo,
Não respondes às perguntas que te ponho.
Evolas-te como fumo.
    
E, no momento da calmaria...
quando a tempestade se tornar em nada.
Ouvir de novo a tua voz será,
como beber água salgada.
   
O que vales para mim...?
Tudo!!! dizem os teus pensamentos.
Nada!!! dizem os meus.
   
Hei-de ser feliz assim,
tão longe de ti como de mim.
  
   MMR
sinto-me: Leve, Leve...
tags:
publicado por estreladosul às 01:02
link do post | Comente+que eu gosto | favorito
2 comentários:
De Sorrisoduplo a 29 de Maio de 2007 às 07:40
Gosto... como sempre... tens o dom da escrita
De estreladosul a 29 de Maio de 2007 às 12:51
Amiga, obrigado. Mas antes fosse para assuntos mais alegres e que não me tocassem tanto. Obrigado pelo interesse.

Beijo

Mário Rodrigues

Comentar post

Conheça-me

Novembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Diálogos com a Senhora da...

Diálogo com a Senhora da ...

Voando

Florescer

Manhã

Acreditar?

Momento

Caminhos da Vida...

Plantas

Diálogo com a Senhora da ...

arquivos

tags

todas as tags

Radio

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Visitantes

CURRENT MOON

subscrever feeds