Quarta-feira, 1 de Agosto de 2007

Porto de Abrigo.

              
  
Após 6 meses navegando sem rumo...
neste mar da VIDA...
arribei ao que pensava ser um bom porto de abrigo.
  
Era lindo, belo, encantador e muito adorável.
Pequenino, com tudo o que era necessário.
Apaixonei-me por este porto calmo.
  
Finalmente...
pensava eu...
vou poder repousar este meu
navio, todo batido e empenado pelas agruras da VIDA.
  
Tardiamente me apercebi que este porto estava demasiado
virado ao Vento e ao Mar.
 
Pouco sossego...
sempre com o barco a abanar...
cheguei à triste conclusão que afinal ainda não era
este o porto de abrigo que eu tinha imaginado...
Nunca seria feliz neste adorável, lindo e mimoso Porto
de Abrigo...
 
Após momentos belos, outros menos belos e outros
decididamente feios, desisti...
  
Fiz aguada, atestei de combustível, faina de
mantimentos, arranquei com os motores, larguei amarras
e aprooei à boca da barra.
  
Já em alto-mar, de costas voltadas, com lágrimas nos
olhos, iniciei mais uma viagem em busca daquela tão
fugidia felicidade para o meu barco.
  
MMR
sinto-me: Triste, muito triste
tags: ,
publicado por estreladosul às 01:55
link do post | Comente+que eu gosto | favorito
8 comentários:
De Sorrisoduplo a 1 de Agosto de 2007 às 09:19
Lindíssimo...
Espero que encontres um novo porto para o teu barco e que te traga a felicidade desejada... ou talvez não seja uma partida definitiva, talvez voltes a esse e ele esteja diferente... para melhor.

Bjo
De estreladosul a 1 de Agosto de 2007 às 10:07


Acho que já não vai dar mais, minha amiga.
Foram demasiadas tentativas.
Não sei, não sei. Já não tenho idade para me aborrecer desta maneira.
Afinal deixei a minha kerida Marinha para não me aborrecer mais, e ainda não fiz outra coisa, senão chatear-me.

Beijinho amigo

Máio Rodrigues
De flor_incognita a 1 de Agosto de 2007 às 18:15
Tudo o que tenho a dizer acerca deste navio...é para ele não desistir do seu porto de abrigo...em primeiro de tudo pensar em tudo de bom que existe nesse porto...e depois verificar se vale ou não a luta,por esse mesmo porto!
Acredito que quando há amor...há sempre uma solução...uma luz...uma esperança!
Beijo
De estreladosul a 1 de Agosto de 2007 às 20:07


Obrigado pelas tuas palavras de incentivo.
Mas estou muito cansado, minha amiga.
Acho que vou desistir. Vamos seguir a nossa vida, em rotas paralelas , para nunca mais nos encontrarmos.

Beijinho amigo

Mário Rodrigues
De cintia a 1 de Agosto de 2007 às 23:50
Olá amigo!
Nunca devemos desistir, parte para outro porto na esperança de encontrares a felicidade e espero de coração que todos os teus sonhos se realizem...
Então amigo, não sabias que eu era Algarvia???
Pois sou...
Desejo te a continuação de uma óptima noite

Beijinhos cintilantes

cintia
De estreladosul a 2 de Agosto de 2007 às 00:34


Obrigado pelo incentivo, minha amiga.

Mas cansei. Muito cansado.

E não, não sabia que eras algarvia. E segundo parece daki perto de mim. Tavira, não é?
Ainda havemos de nos encontrar para um café.
Se és casada terei todo o prazer em conhecer tambem a familia de uma excelente escritora.

Beijinho amigo

Mário Rodrigues
De * a 16 de Janeiro de 2008 às 14:28
um lindo poema parabens!
enganamo-nos muitas vezes no porto que escolhemos...ai!como eu sei isso!
mas não se pode desistir...nao se pode desistir...

Beijinho*
De estreladosul a 16 de Janeiro de 2008 às 15:29


Pois é, cara amiga. O pior é que acabamos sempre por descobrir da pior maneira. Com muita dor e sofrimento...

Bjinho amigo

Mario Rodrigues

Comentar post

Conheça-me

Novembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Diálogos com a Senhora da...

Diálogo com a Senhora da ...

Voando

Florescer

Manhã

Acreditar?

Momento

Caminhos da Vida...

Plantas

Diálogo com a Senhora da ...

arquivos

tags

todas as tags

Radio

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Visitantes

CURRENT MOON

subscrever feeds