Domingo, 17 de Junho de 2007

Naquela tarde...

   
Naquela tarde,
em que chorámos os dois...
lágrimas de sangue...
agarrados um ao outro,
em que vi o meu coração partido em mil bocados,
qual boneca de loiça caída no chão,
que decidi nunca mais me sentir assim.
  
Foi uma sensação de loucura, de terror...
vazio e perdido...
qual navio em alto-mar,
sem governo.
  
NÃO!
 Nunca mais me hei-de sentir asssim...
despeçado por dentro...
com a alma arrancada do corpo,
qual zombie que deambula
pelas ruas escuras...
buscando seu espírito.
  
Com o desgosto espalhado,
por todo o meu corpo...
decidi como melhor para mim,
nunca mais permitir...
em meu coração esse sentimento...
sempre tão ambicionado por mim.
  
Um amor lindo, puro,
cheio de felicidade...
esperança na vida...
alegria pela presença da pessoa amada.
  
Um amor jubilado no sexo...
alegre em cada momento de conversa...
feliz na troca de olhares...
e de pequenos toques cúmplices.
 
Por uma Mãe que sempre primou pela ausência...
uma ex-mulher destemperada nos sentimentos...
por TI...
e por toda esta dor que sinto cá dentro...
que nunca mais me hei-de apaixonar.
  
Porquê em toda a minha vida,
nunca consegui ser feliz...
sentir-me bem?
Que triste sina a minha!
  
Nem que tenha de arrancar do meu peito,
este orgão traiçoeiro...
que só me tem feito sofrer!
  
Abençoados e invejados seres,
que gozam amores...
a quem dedicam toda a vida...
e se sentem recompensados...
por serem reconhecidos, retribuídos,
enfim AMADOS!
  
MMR
sinto-me: Repousado, tranquilo
tags: ,
publicado por estreladosul às 02:35
link do post | Comente+que eu gosto | favorito
2 comentários:
De 100censura2007 a 18 de Junho de 2007 às 06:56
Mario Meu Amigo,

Vou te confessar teu poema triste é belo e intenso. Mas, não gostei de ler que desistiu do amor...não..não..não aceito este poema, pois és um poeta, e como pode um poeta viver sem este alimento? Repara...o que importa mesmo é que estamos vivos, e numa esquina qualquer da vida nos deparamos com um novo amor. O amor é a seiva que nutre nossas almas, é o sorriso que ilumina o nosso rosto, é o brilho que trazemos no olhar...é, é, é, é, é....tanta coisa junta.Então vamos brindar minha volta? Assim: VIVA O AMOR!!!!!!!!.....Tim_Tim.
Beijo consentido,
De estreladosul a 18 de Junho de 2007 às 12:48
Amiga, muito grato pelas tuas lindas palavras. Talvez a Terra ainda volte a rodar, a Lua a nascer, e o Sol a brilhar. ELA AMA-MEEEEEEEEEE, AMA-MEEEEEEEEE.
Talvez tenha sido uma maré vazia.

Beijo amigo

Mário Rodrigues

Comentar post

Conheça-me

Novembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Diálogos com a Senhora da...

Diálogo com a Senhora da ...

Voando

Florescer

Manhã

Acreditar?

Momento

Caminhos da Vida...

Plantas

Diálogo com a Senhora da ...

arquivos

tags

todas as tags

Radio

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Visitantes

CURRENT MOON

subscrever feeds