Segunda-feira, 4 de Novembro de 2013

Diálogos com a Senhora da Foice Nº 3

Meia-noite e meia...
Ando procurando musicas na internet para acrescentar
na minha rádio...
quando pelo rabo do olho, vejo um pano, praticamente
a tocar na cama da cadelinha...
Levanto a cabeça...
Surpresa das surpresas...
A Paola de Oliveira a olhar para mim, toda
encapuçada e com uma foice enorme na mão direita...

(seguiu bem o meu conselho de aparecer às pessoas com um

visual agradável), 

e ainda me vai matar do coração...(prega-me com cada susto)
Olá, tu por aqui?
Boa-Noite (aquela voz profunda e arranhada, como se
estivesse a falar através de lixa para madeira nº 10...
Que te trás por aqui? (disse eu)
Sinceramente não sei, mas descansa que não venho por ti!
Estou principiando a gostar de vir aqui de vez em quando...
É sempre um ambiente sossegado este em que vives...
Fala baixo por favor, que a minha esposa está mesmo aqui
ao lado a dormir, e se acorda, vais ter um trabalhinho extra...
Descansa que ela não ouve nada...
Então? Muito trabalho? - tornei a perguntar
Nem por isso. O normal!
Nem em Portugal? (perguntei eu um pouco admirado)
Sim. Aumentou um pouco, mas não percebo porquê?
Ah! Mas vai aumentar mais, vais morrer agarrada
a essa foice... eu explico!
Por lá o Governo anda a baixar as pensões de reforma ao povo,
cortam subsidios de férias e Natal, etc etc...
Tem povo que já nem consegue comprar carne e peixe...
Acho que vais ter que contratar um ajudante...
Depois logo se vê... (respondeu ELA)
E PUFF!!!! Lá se foi ...
Não sei que raio esta viu em mim, que de vez em quando
bate-me à porta... fico para me borrar de medo...
Qualquer dia leva-me mesmo com ELA...
Bem, vamos lá continuar com o trabalhinho...

publicado por estreladosul às 18:16
link do post | Comente+que eu gosto | favorito
Segunda-feira, 1 de Fevereiro de 2010

Diálogo com a Senhora da Foice Nº 2

 

Estava eu sentado, muito confortável no meu sofá, assistindo ao "Avatar", quando olho para o lado e lá estava ela outra vez.
- Mas isto agora virou sala de espera de consultório médico?
- Engraçadinho! (disse ela com aquela voz profunda e rouca, que aliás me dá uma vontade rir louca).
- Que vens fazer desta vez?
- Suponho que te enganaste no rumo, ou desta é que é de verdade?
- Não! Passei por aqui, porque tenho umas encomendas aqui perto, e pensei passar para te cumprimentar.
- Hum, não me agradam nada essas visitas de cortesia. Dão azar!
- Então que tens feito, além de dormires toda a noite, e coçares as costas no sofá   o dia inteiro?
- Humor? O negócio deve andar bom! Tens tido bons contratos?
- Nem por isso. O negócio anda mau. Ninguem quer morrer, então tenho que os obrigar.
- Olha uma coisa! Tira lá essa capa. Não sei como aguentas andar com isso com este  calor infernal ( éééé, fiz um trocadilho, mas ela não riu.)
- É melhor não. Podias ter um ataque de coração.
- Não te gabes muito. Eu ando na rua sabes? E às vezes vê-se com cada mais feia. Difilmente me ias assustar.
E, aproveitando a deixa, ela lá tirou a capa.
(Porra, mas que feia...mas continuando...
Encostou a foice e recostou-se no sofá. Até parecia que estava em casa.
- Não te ponhas muito à vontade que não vais demorar muito. (disse eu com o meu melhor sorriso).
- Só aceitei o teu convite porque ando um bocado cansada.
- Já estou um  pouco velha para estas andanças.
- Sei! Se isso fosse verdade, já te tinhas demitido. Afinal sempre são uns milhares de anos ao serviço.
  Acho que o teu patrão é pior que o José Sócrates. Lá em Portugal só se trabalha até aos 65 anos.
  Sei lá! Reformares-te e ires para um Museu lá no Céu, ou qualquer coisa do género.
- Os meus anos de vida não se contam pelos teus. Eu tenho uma contagem diferente.
- Anos de Vida? Pois! De Morte queres tu dizer...
- Já agora só uma perguntinha.. Posso?
- Podes! Já sei que vem disparate, mas vai em frente!
- Já que ocupas os últimos segundos da vida das pessoas, não podias ter uma imagem diferente?
  Sei lá! Talvez um George Clooney para as mulheres, e uma Sharon Stone para os homens. Mas  isto é só um exemplo.
  E PUFF! Lá foi ela embora. Desapareceu sem mais conversa. Mas que indelicada.
  Já que me interrompeu a sessão de cinema, ao menos poderia ter-se despedido. Sei lá!?
  Um abraço, ou um aperto de mão...
  Hum, ou talvez não...
  Ora vamos lá continuar a ver o filme.

 

MMR
publicado por estreladosul às 21:53
link do post | Comente+que eu gosto | ver comentários (5) | favorito
Sexta-feira, 16 de Outubro de 2009

Voando

Voando...
suavemente...
beirando a orla das nuvens...
rasando a copa das árvores...
amando...
como na primeira vez...
agora e sempre...
amando...
gozando de amor...
sentindo teu calor...
gemendo de prazer e dor...
loucura...
gemes nos meus ouvidos...
múrmurios estilhaçam o silêncio...
agonizas nos meus sentidos...
estremeces no meu vôo...
penetras no meu âmago...
gritos de amor flutuam no
ar como penas que deslizam no ar...
sentes os meus fluídos...
tão longe do chão,
nas asas do sonho...
conduzes o meu íntimo...
levas-me contigo...
sonhando...
amando...
voando...

 

MMR

publicado por estreladosul às 12:59
link do post | Comente+que eu gosto | ver comentários (13) | favorito
Sábado, 18 de Julho de 2009

Florescer

 
Com o vento me encanto,
com o coração floresço,
o Sol dá-me alento, enquanto...
com o pensamento... cresço...
 
Com o poder do Mar, corro...
para te poder encontrar,
os caminhos da Vida percorro,
amparado no teu doce Amar...
 
Amor simplesmente imutável,
como tocha num antigo templo,
ardendo fraca, mas fiável,
quando, a TI meu Bem, contemplo...
  
MMR
publicado por estreladosul às 03:49
link do post | Comente+que eu gosto | ver comentários (9) | favorito
Sábado, 13 de Junho de 2009

Manhã

  

Manhã...
O Sol brilha...
Uma brisa roça-se nas árvores
fazendo esvoaçar as folhas que
deslizam suavemente para o chão...
um "bem te vi" alegra o ar...
pousado em cima do muro, vai enchendo
o ar com o seu canto estridente...
Sentados à mesa, cada qual com
sua caneca de café...
Mãos dadas, dedos entrelaçados...
dedos brincando, uns com os outros...
sorrisos ligeiros cruzam as nossas faces...
conversamos disto, daquilo...
planeamos o dia...
momentos mágicos...
Se existe algo com que se possa ilustrar
um pouco de felicidade...
não sei pintar...
que pena...
 
  
Estrela do Sul
  
 
Manhã...
O Sol brilha...
Sei como pintar este quadro de felicidade...
É estar ao teu lado...
Ouvindo tua voz...
Olhando teu sorriso, ao me contar momentos
de tua vida...
Ao ver o brilho dos teus olhos ao tocar
minhas mãos
O som dos passáros...das folhas...
Por momentos deixam de existir,
Quando vou me levantar e me puxas para perto de ti
E com a voz que amo ouvir
Dizes-me"Dá me um beijo"
São nossos momentos...somente nossos.
Amo-te
  
 
Suave Toque
  
MMR
 
publicado por estreladosul às 02:52
link do post | Comente+que eu gosto | ver comentários (17) | favorito

Conheça-me

Novembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Diálogos com a Senhora da...

Diálogo com a Senhora da ...

Voando

Florescer

Manhã

Acreditar?

Momento

Caminhos da Vida...

Plantas

Diálogo com a Senhora da ...

arquivos

tags

todas as tags

Radio

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Visitantes

CURRENT MOON

subscrever feeds